segunda-feira, 11 de setembro de 2017

PROVA LILÁS – SEGUNDO ANO

PROVA LILÁS PARA OS SEGUNDOS ANOS
“RENASCIMENTO”
Atenção, prezados alunos dos segundos anos, nós estamos agora diante de apenas quatro questões de altíssimo nível, que coloca em cheque a capacidade de ler, raciocinar e responder certo. Os desafios que nos será imposto nos concursos que encontraremos adiante, não terão nenhuma complacência conosco. Portanto temos que nos preparar. Boa sorte!

1 As principais características do Renascimento foram:
a) Teocentrismo, realismo e intensa espiritualidade.
 b) Romantismo, espírito critico em relação à política, temas de inspiração exclusivamente naturalistas.
 c) Ausência de perspectiva e adoção de temas do cotidiano religioso, tendo como foco apenas os valores espirituais.
d) Uso de temas ecológicos evidenciando a preocupação com o meio ambiente, execução de variados retratos de personalidades da época.
 e) Antropocentrismo, humanismo e inspiração Greco romana..

2 “A Última Ceia”, obra-prima de Leonardo Da Vinci, retrata uma época, um movimento artístico e um avanço histórico em termos de perspectiva, olhar dramático, técnica e ciência.


Assinale a alternativa que apresenta a qual período histórico a obra acima pertence.
a) Iluminismo.   
b) Renascimento..   
c) Feudalismo.   
d) Cruzadas.   
e) Reforma.   

3  A pintura do teto da Capela Sistina, obra do mestre Michelangelo Buonarroti, “O Dedo de Deus”, foi realizada no início do século XVI. Veja uma pequena parte dessa obra.
Analisando as características da pintura apresentada, é correto concluir que se trata de uma obra:
a) medieval e cavalheiresca.   
b) medieval e teocêntrica.   
c) classicista e modernista.   
d) renascentista e antropocêntrica..   
e) renascentista e ateísta.   

4 Os centros artísticos, na verdade, poderiam ser definidos como lugares caracterizados pela presença de um número razoável de artistas e de grupos significativos de consumidores, que por motivações variadas — glorificação familiar ou individual, o desejo de hegemonia ou ânsia de salvação eterna — estão dispostos a investir em obras de arte uma parte das suas riquezas. Este último ponto implica, evidentemente, que o centro seja um lugar ao qual afluem quantidades consideráveis de recursos eventualmente destinados à produção artística. Além disso, poderá ser dotado de instituições de tutela, formação e promoção de artistas, bem como de distribuição das obras. Por fim, terá um público muito mais vasto que o dos consumidores propriamente ditos: um público não homogêneo, certamente (...). 
Os “centros artísticos” descritos no texto podem ser identificados 
a) nos mosteiros medievais, onde se valorizava especialmente a arte sacra. 
b) nas cidades modernas, onde floresceu o Renascimento cultural. .
c) nos centros urbanos romanos, onde predominava a escultura gótica. 
d) nas cidades-estados gregas, onde o estilo dórico era hegemônico. 
e) nos castelos senhoriais, onde prevalecia a arquitetura românica. 




 fale com nossa diretoria

LÍBANO MONTESANTI CALIL ATALLAH
DIRETOR DE IMAGEM PÚBLICA 

WWW.TVARTPONTO.COM

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

artponto.org@terra.com.br
______________________________________________________
______________________________________________________
Líbano Montesanti Calil Atallah